13ª MOSTRA CINEMA E DIREITOS HUMANOS

Seja um Ponto de Exibição da 13ª Mostra Cinema e Direitos Humanos

As inscrições podem ser realizadas até 15 de junho. As exibições das obras audiovisuais ocorrerão no segundo semestre de 2020

Debater Direitos Humanos é uma forma de reforçar a democracia e potencializar, de maneira plural e participativa, o conhecimento acerca dos valores universais de todos os seres humanos. A Mostra Cinema e Direitos Humanos é uma das ações nacionais que contribui diretamente para o avanço desse diálogo por meio da linguagem audiovisual. Neste ano, nosso evento cresce e multiplica-se através de novas tecnologias e perspectivas.

Diante do avanço da pandemia da Covid-19 e da recomendação do Ministério da Saúde de isolamento social, contudo, reestruturamos a execução da Mostra e avaliamos a importância da sua realização no segundo semestre de 2020.

Enquanto isso, nossas atividades permanecem a todo vapor e seguimos na promoção dos Direitos Humanos. Por isso, compartilhamos as duas possibilidades de participar como Ponto de Exibição da 13ª edição. São elas: por meio do acesso a uma plataforma on demand, ou mediante a reprodução de DVDs. Explicamos, logo abaixo, as características de cada opção e como a sua instituição pode se candidatar.

A plataforma on demand é um tipo de serviço em que a instituição poderá acessar o conteúdo a qualquer momento por meio de um canal digital e on-line. Em tradução livre, o termo significa “sob demanda”, o que significa que as sessões são organizadas de acordo com a realidade de cada ponto de exibição, dentro de um calendário nacional.

Para acessar a plataforma on demand, contudo, é essencialmente necessário ter acesso à internet de alta velocidade. Dessa forma, a distribuição digital através do streaming irá ocorrer de forma fluida e funcional. Por meio da plataforma, será possível ter acesso a 20 obras audiovisuais — já em fase de seleção e curadoria — em diferentes programações. São 600 vagas para instituições de todo o país, que poderão exibir dois programas da plataforma. Para mais detalhes, acesse a Convocatória de Pontos de Exibição.

Caso a instituição não tenha acesso à internet ou a equipamentos para a execução por meio da plataforma, recomendamos que opte por se inscrever na segunda opção, mediante a reprodução de DVDs. Com o acesso aos dispositivos físicos, o ponto de exibição estará apto a participar do Circuito Difusão. Nesta alternativa, a instituição terá acesso a oito obras audiovisuais e poderá manter os arquivos como recurso didático para a circulação em suas respectivas cidades e regiões. São 2 mil vagas para instituições de todo o país! Para conhecer mais detalhes, leia a Convocatória de Pontos de Difusão.

Além dos suportes de exibição, as duas convocatórias possuem outras diferenças no prazo de promoção da Mostra Cinema e Direitos Humanos. As instituições com acesso à plataforma on demand deverão realizar as exibições entre os meses de novembro e dezembro de 2020. Já os locais candidatos ao Circuito Difusão devem se disponibilizar a efetivar as exibições em janeiro e fevereiro de 2021.

Caso tenha interesse, a instituição poderá participar dos dois processos convocatórios. Desta forma, terá acesso integral, em um primeiro momento, às 20 obras audiovisuais e, posteriormente, poderá contar com parte das obras para o seu acervo cultural. A inscrição, contudo, não garante a imediata seleção das instituições nas duas opções. Daremos prioridade ao maior alcance possível de parcerias em todo o território nacional.

As inscrições estão abertas até o dia 15 de junho. Convidamos todas as instituições a promoverem os Direitos Humanos e serem locais de referência no diálogo sobre os impactos do audiovisual. Para dúvidas e outras questões, contate-nos por meio dos nossos canais de comunicação, além de nossas páginas no Facebook e Instagram.

Realização da Mostra e avanço da COVID-19

Diante do avanço da COVID-19 no Brasil, reforçamos o posicionamento do Ministério da Saúde perante o combate do novo coronavírus. Pedimos que todos/as os/as participantes inscritos/as nas convocatórias de obras audiovisuais e pontos de exibição sigam as recomendações e medidas de prevenção do Ministério, disponíveis no site https://coronavirus.saude.gov.br.

Salientamos a importância do isolamento domiciliar a fim de evitar o crescimento acelerado no ritmo dos casos confirmados. Em vista de que as atividades da Mostra, até então, são realizadas majoritariamente de forma on-line, optamos pela continuidade das inscrições.

Em especial, a convocatória de obras audiovisuais, que exige o envio do DVD por meio físico, salientamos que a produção da 13ª Mostra Cinema e Direitos Humanos é sensível aos diferentes contextos que os/as participantes se encontram. Iremos analisar os casos individualmente e, em caso de impossibilidade de envio da obra audiovisual por meio dos Correios até a data prevista, estudaremos uma forma de obter o arquivo por meio on-line, caso a obra seja selecionada para o evento.

Reforçamos que convocatória de pontos de exibição também permanece disponível para as inscrições das instituições. Contudo, a previsão de realização da Mostra nos meses de maio e junho está em análise junto ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e será atualizada futuramente.

Quaisquer dúvidas, estamos disponíveis em nossas redes sociais (Facebook e Instagram) e por meio dos e-mails disponíveis aqui.